Realidade Virtual pode reduzir riscos, custos e até melhorar a qualidade de vida

News

Já dormiu e sonhou que estava em outros lugares e situações? Com visão 360º e parecendo tudo muito real? É esta a sensação que as mais modernas tecnologias em realidade virtual proporcionam: a imersão em um ambiente que, teoricamente, não existe. Teoricamente porque é possível simular lugares e situações reais. E esta é uma grande aposta para o futuro, pois a Realidade Virtual (VR) pode reduzir riscos, custos de operações e até melhorar a qualidade de vida.

Popularizado pelos games, a tecnologia pode ser replicada de diversas formas. O simples óculos 3D já proporciona mais realismo ao ir ao cinema, imagine então assistir em 360º, em que você vê algo olhando para qualquer lado?!

Diferente da Realidade Aumentada, que insere o virtual no real, a Realidade Virtual é 100% em ambiente digital e o mais comum é a utilização de Óculos VR, pela capacidade de uma imersão muito mais realista.

O prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, usou os Óculos VR na visita que fez a QPRO Innovations, no dia 8 de julho, onde realizou compras em um ambiente totalmente virtual. Mas esta, assim como outras tecnologias da indústria 4.0, podem auxiliar em diversos setores da economia.

Pesquisadores da Universidade de East Anglia, em Norwich (Inglaterra), estão desenvolvendo um projeto que visa comprovar se a Realidade Aumentada ajuda no tratamento de dores crônicas, algo que – trazendo para a realidade brasileira – poderia ajudar no tratamento de 37% da população.

Ainda na área de saúde, uma ideia brasileira que utilizou a Realidade Virtual enquanto as crianças eram vacinadas ganhou Ouro em um festival de Cannes (França). A junção fez com que os pequenos tivessem menos medo ao receber a vacina injetável, assistindo com Óculos VR um curta em que o personagem mostra e aplica o “escudo de proteção” na criança enquanto a enfermeira aplica a injeção simultâneamente.

Embora não seja mais obrigatório, os simuladores nas autoescolas ainda são utilizados e é outro exemplo de tecnologia em realidade virtual que pode ser empregada em diversos setores. Neste caso, o equipamento permite ao aluno treinar em um ambiente virtual e controlado, evitando assim, os riscos reais do trânsito para um iniciante. Torna o simulador um grande auxílio preparatório àqueles que têm medo de dirigir, auxiliando no ganho de confiança antes de conduzir um veículo real.

Com este exemplo percebe-se que a tecnologia pode ser empregada na educação com facilidade. Imagine entrar em um evento histórico através da Realidade Virtual? Conhecer lugares e situações? Ou uma faculdade de medicina disponibilizar simuladores de cirurgias? Além de lúdico, é altamente educativo, afinal, a vivência registra memórias de forma mais assertiva.

O estudo “Enhanced hippocampal theta rhythmicity and emergence of eta oscillation in virtual reality” publicado pela revista científica Nature, detectou que o hipocampo do cérebro dos ratos (área responsável por transformar memórias de curto para longo prazo) respondem, mesmo que de forma diferente, aos estímulos de um ambiente simulado. A pesquisa ainda tende a ser um bom direcionamento para que a realidade virtual possa ser utilizada como terapia para melhorar a saúde mental.

Treinamentos militares, de combate, paraquedas, resgates, manutenções e muitos outros cursos preparatórios de risco também podem ser realizados em um ambiente digital, controlado e seguro, antes de uma ação real. Tecnologia que prepara e reduz custos ao mesmo tempo, pois todos os recursos utilizados no treinamento também serão virtuais.

Já imaginou como a Realidade Virtual pode ser implantada em seus produtos ou processos? Entre em contato com a QPRO e saiba como podemos desenvolver tecnologias inovadoras em sua empresa.


Acompanhe a QPRO Innovations nas redes: