Carros Elétricos ganham, cada vez mais, o mercado automotivo

News

Segundo um estudo da BloombergNEF (New Energy Finance) levantados à Federação Europeia para os Transportes e o Ambiente – Transport & Environment (T&E), os carros elétricos serão mais baratos que os modelos movidos a combustíveis fósseis. Isso na Europa, pois o Brasil deve demorar um pouco mais, contudo os carros elétricos ganham, cada vez mais, o mercado automotivo. O estudo leva em consideração a previsão de queda no preço das baterias e a capacidade da indústria de tornar os veículos elétricos mais baratos.

Com um grande empenho europeu para redução da emissão de gases poluentes, o levantamento ainda estima que, se as agências legislativas da Europa atuarem para aumentar a meta de redução de CO2, as vendas de carros elétricos devem ser de 100% em 2035.

No Brasil a transição é lenta, através de carros híbridos, que possuem os dois motores. Para acelerar a mudança é preciso mais incentivos governamentais que façam com que os carros elétricos sejam mais competitivos, ganhem cada vez mais o mercado e, consequentemente, sejam parte das ações de redução da poluição atmosférica no país.

O presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), Adalberto Maluf, conta que a entidade não tem uma estimativa de quando os carros elétricos estarão mais baratos no Brasil, mas que isso deve acontecer ainda nesta década. “Acredito que chegue no Brasil um ou dois anos depois [da previsão européia] por conta da nossa distorção tributária”, estima Maluf em entrevista à QuatroRodas.

Crescimento, mas pouca representatividade

Nos primeiros seis meses de 2021 a venda de carros eletrificados foram 13.889 unidades vendidas: um aumento de 84% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados da ABVE. O número representa 1,4% das vendas de automóveis no país no primeiro semestre do ano e, destes 1,4%, apenas 5,26% são totalmente elétricos e o restante é híbrido.

Bom para o meio ambiente e bom para a economia

Além de poluir menos, os carros elétricos ainda têm outras vantagens que impactam diretamente no bolso dos consumidores.

Um carro movido à gasolina precisa de cerca de 5 litros para percorrer 50km, enquanto um carro elétrico consome cerca de 10kWh para percorrer a mesma distância. Considerando a gasolina a R$5,59/L, seria necessário abastecer R$27,95; enquanto o abastecimento elétrico custaria R$9,20, com preço de R$ 0,92 por kWh. (Com estimativas de preços em agosto de 2021 no interior de São Paulo)

Os carros elétricos também reduzem significamente os ruídos do motor, aceleram mais rápido e têm custos de manutenção menores, pois não há necessidade de mudar correias, filtros ou óleo.

Inovar sempre

Embora seja um grande avanço, os carros elétricos têm muito a aperfeiçoar tanto no produto quanto em tudo que o envolve. Pontos de recarga, aumentar autonomia, incentivos governamentais e redução de custos de produção são alguns dos aspectos que necessitam de atenção e inovação constante, pois é inovando que se cria produtos econômicos, sustentáveis e inteligentes.

O crescimento do mercado elétrico automotivo também deve levar em conta a necessidade de se aumentar a produção de energias limpas no Brasil, como a solar, pois assim a transformação terá ainda mais impacto no meio ambiente e na economia dos brasileiros.


Acompanhe a QPRO Innovations nas redes: